DIA DO QUADRINHO NACIONAL VEM AÍ! O QUE FAZER PRA APROVEITAR AO MÁXIMO?

O Fórum de Quadrinhos do Ceará já anunciou o seu principal (e mais esperado) evento do ano: O DIA DO QUADRINHO NACIONAL. Comemorado desde 2010, o evento é uma forma de conhecer o que de melhor está sendo produzido no estado, além, logicamente, de dar espaço para artistas, leitores e entusiastas conversarem, trocarem experiências e dividirem um ano inteiro de aprendizado. O Cultura de Quadrinhos decidiu lembrar porque o DQN-CE é tão legal e dar algumas dicas de como aproveitar melhor o evento.

1. Apareça de alguma forma

Se você é autor e gostaria que outros vissem seu trabalho, comece a pensar em maneiras de viabilizá-lo. Se você publica seu trabalho somente pela internet, talvez seja momento de pensar em um impresso. Apesar dos fanzines feitos em gráfica rápida serem sempre uma óbvia pedida, não deixe de pensar em algo menor, mais barato e criativo que tenha a chance de alcançar o maior número de pessoas possíveis, como um panfleto, marcador de livros, botton com seu site, o que seja. Lembre que o importante é que as pessoas tenham um registro de onde encontrar seu trabalho e não confie em risquinhos em papel ou coisas faladas. Tenha um cartão de visita bonito, atrativo e com o máximo de informações possíveis. Lembre de inscrever suas obras na Banca do Brasil pra você poder conversar com a galera, enquanto a Banca vende as paradas pra você 🙂

2. Faça sua programação

Apesar do #DQN na Gibiteca ser bem direcionado e com atividades que quase nunca entram em conflito ou choques de horários, conhecer a programação e estar preparado para ela é uma grande vantagem, principalmente se você espera ver um artista específico e conversar com ele além das palestras ou mesas redondas que ele vá participar. Outra coisa importante sobre conhecer a programação é saber que atividades devem ser curtidas com filhos, amigos ou namorad@s, o que nos leva ao próximo item…

Programação DQN 2014

Programação DQN 2014

3. Não vá sozinho

Como muitos eventos, o #DQN é um dia para se curtir em grupo: sejam eles aficionados por HQs ou entusiasmados que querem fazer algo realmente interessante e divertido no sábado. Apesar de seu direcionamento sério e de caráter formador, o #DQN é bastante lúdico, com seus organizadores/participantes bem alegres em seus papos, propostas e trabalhos, isso torna o evento meio “ecumênico” (hehehe), ou melhor, aberto a qualquer pessoa de qualquer idade, o que está relacionado a…

4. Um evento para toda a família

Diferentes idades e pessoas estão presentes no #DQN e isso é bacana porque podemos ter mães e pais levando seus filh@s ou filh@s levando suas mães e pais e avós e avôs. A coisa sempre fica interessante porque os mais jovens podem entrar em contato com a vanguarda dos quadrinhos cearenses e os adultos conhecerem uma parte muitas vezes marginalizada de arte e que é parte importante de nossa história. Enfim, fala de fã, mas se deixe levar por ela, e sim, leve sua família. Eles vão adorar.

5. Curta as novidades, aprenda com quem já faz

Acima de tudo o #DQN é um evento onde compartilha-se experiências, de sucessos a fracassos. Então é igualmente importante estar pronto para apresentar algo e ouvir críticas (nem sempre esperadas) de quem já faz. Pensando nisso, o Fórum de Quadrinhos do Ceará e o Estúdio Daniel Brandão estão organizando uma sessão especial de análise de roteiros e portfolios de desenhos, o que, para novatos, é muito importante, por isso vale à pena organizar as notas e ir até lá mostrar o trabalho e ouvir alguns direcionamentos. A análise de desenhos fica a cargo do veterano Daniel Brandão (Liz, MSP 50) e de roteiros por Luís Carlos Sousa (Comando 5 Aventura, Capitão Rapadura) e Zé Wellington (Imaginários em Quadrinhos). É o momento bem único e particularmente importante porque estamos acostumados com os profissionais de fora do estado e quase nunca lembramos da qualidade e experiência de artistas mais próximos.

Talvez o mais importante estúdio de HQs da cidade e sua boa participação no DQN.

Talvez o mais importante estúdio de HQs da cidade e sua boa participação no DQN.

6. Produções originais

Esse #DQN é especial porque tem a Banca do Brasil, um espaço criado para venda de gibis de artistas cearenses. Basta cadastrar seu trabalho no site do FQCE e mandar bala. Esse ano a Banca inova trazendo uma mesinha de troca (onde vai rolar de tudo: quadrinhos, livros, revistas, filme, magazines etc.). Fora isso, o #DQN não terá só quadrinhos. Tanto a animação As Desventuras de Davi, de Valdeci Carvalho, como o elogiado BRANDÃO de Ronaldo Barreto serão exibidos e isso é um momento histórico único para as HQs cearenses, afinal são produções locais sobre quadrinhos e completamente originais. Impressionante, não? E tudo pela módica quantia de…

7. Gratuito

Exceto pelos itens da Banca, todas as atividades, painéis, acessos… enfim, tudo, é completamente gratuito e aberto ao público. Então, não há desculpas, vá para o #DQN 2014 na Gibiteca de Fortaleza (av. da Universidade, 2572, Benfica) dia 25, das 8h às 18h. Temos certeza que vocês adorarão.

Anúncios